Como montar um lava-jato no seu posto de combustível?

Como montar um lava-jato no seu posto de combustível?

O abastecimento de veículos é um serviço essencial para grande parte dos brasileiros. Por causa disso, os postos de combustíveis são estabelecimentos nos quais a rotatividade de público costuma ser grande. Diante desse aspecto, sempre há o que pensar a respeito de buscar novas oportunidades de apresentar soluções para os clientes e aumentar a lucratividade do posto.

Pensando nisso, nosso artigo de hoje falará a respeito de como a instalação de um lava-jato pode ser algo fantástico para o seu negócio, afinal, quem não quer andar com seu veículo sempre limpo? Falaremos também sobre como não errar na hora de se decidir pela implantação de um. Continue lendo e saiba mais!

Fique de olho no mercado

Ao se pensar em montar um lava-jato, uma orientação que os donos de postos devem seguir é saber quais são as tendências locais do serviço, ou seja, quais são os diferenciais que o seu posto pode oferecer no intuito de obter mais público.

Por exemplo, na sua região as pessoas estão envolvidas com a questão ecológica, buscando os serviços que gastam menos água? É um local no qual as pessoas buscam agilidade e desejam ter seus veículos lavados em menor tempo possível? Seus clientes procuram por um autosserviço? Desejam que o veículo seja limpo por dentro, polido, e tenham o ar-condicionado higienizado? Essas são questões a serem atentadas antes da implantação do lava-jato. Uma pesquisa que analise o mercado e o comportamento das pessoas que residem ou trabalham perto do posto é algo importantíssimo para que a nova opção seja aplicada da forma correta.

Entre as opções que podem agradar ao cliente estão:

  • Superlavagem: lavagem, aspiração interna, limpeza de vidros, higienização de porta-malas, tapetes e aplicação de silicone nas partes plásticas e emborrachadas;
  • Lavagem simples: lavagem externa e aplicação de silicone;
  • Polimento: aplicação de pasta ou cera em uma máquina politrix;
  • Lavagem simples de estofado: lavagem dos bancos dianteiros, traseiros e revestimentos das portas;
  • Lavagem completa do interior: lavagem dos bancos dianteiros, traseiros, revestimentos das portas, carpetes, porta-malas, teto e painel.

Planeje seu investimento

Caso você chegue à conclusão de que um lava-jato é algo que levará soluções para o público que reside ou trafega nas ruas próximas ao seu posto, outro cuidado que se deve ter é com as negociações com os fornecedores de maquinário, produtos de limpeza, luvas etc. Procure contatar empresas que já possuem experiência no fornecimento a outros postos, e conversar com os colegas do sindicato, que poderão indicar boas opções. Isso pode resultar em um retorno em investimento melhor do que você teria caso optasse por oferecer o serviço pensando mais em imediatismos.

Pense em infraestrutura

Outro aspecto no qual é necessário solicitar orientação por meio de consultorias ou conversas com empresários que possuem mais experiência no assunto é a questão da infraestrutura. Um lava-jato requer espaço para a sua instalação, precisa de estar localizado próximo a fontes de água e energia elétrica, e deve haver locais nos quais os produtos de limpeza, EPIs dos colaboradores e demais itens deverão ser guardados, observando condições de umidade e incidência direta da luz solar. Lembre-se de que muitos produtos e materiais não podem ser molhados ou aquecidos.

Além disso, é preciso levar em consideração a responsabilidade ambiental que esse serviço traz, como a necessidade de destinar corretamente os efluentes e resíduos gerados.

Atenção

A instalação de um lava-jato, requer estudos a respeito da destinação de resíduos, como o escoamento da água contaminada, o descarte de tecidos e estopas sujos de graxas e outros contaminantes, a questão do ruido causado pelo maquinário, etc. Peça consultorias de pessoas que conheçam as leis vigentes em sua cidade, e evite multas e dores de cabeça posteriormente.

Como todo negócio, a instalação de um lava-jato em um posto de combustíveis requer mais conhecimento a respeito das questões mercadológicas e infraestruturais do que saber como o trabalho é realizado em si. Isso ocorre muito em função das diferentes opções de oferecimento do serviço, envolvendo as tendências de costumes de cada região. Basta se informar bem e tomar os devidos cuidados com o planejamento e com a divulgação do serviço para que a novidade em seu estabelecimento seja um sucesso!

Ainda tem dúvidas a respeito do assunto, ou gostaria de compartilhar experiências sobre o funcionamento do seu lava-jato? Aproveite o espaço para comentários e converse com a gente!

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

6 comentários em “Como montar um lava-jato no seu posto de combustível?”

  1. Luiz Otávio Angelo disse:

    Gostei muito das informações apresentada, pois pretendo, investir em um LAVAJATO.

    1. admin disse:

      Que bom que gostou do nosso conteúdo. Sempre teremos dicas novas aqui no blog, é só ficar de olho!

    2. Franklin disse:

      Luiz Boa tarde. Também pretendo me arriscar nessa área e gostaria de saber se você conseguiu abrir sua empresa de Lavajato. Tenho várias dúvidas. Tipo onde comprar os equipamentos os produtos e etc. Seria importante pra mim saber um mais sobre esse assunto. E ninguém melhor que um dono de lavajato. Caso possa me ajudar meu whatsapp é 012 996222449. Desde já lhe agradeço.

      1. admin disse:

        Olá. Obrigado por sua visita ao Blog do Minaspetro.

        Nossa sugestão é que você procure o Sindicato dos postos da sua região. Caso seja de Minas Gerais, entre em contato conosco: (31) 2108-6500 / 0800 005 6500.

        Esperamos que tenha gostado das nossas dicas.

        Assessoria de Comunicação do Minaspetro – ascom@minaspetro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!