4 dicas de segurança do trabalho em postos de combustível

4 dicas de segurança do trabalho em postos de combustível

A Segurança do Trabalho é um assunto sério e serve para qualquer segmento. Além de representar um item relevante na política trabalhista nacional, que recebe atenção especial do Ministério do Trabalho (MT), também significa um importante conjunto de medidas que, quando adotadas corretamente, protegem a saúde e a segurança do trabalhador e o valoriza em seu ambiente de trabalho.

A segurança em postos de combustível é ainda mais valorizada do que em alguns setores, levando em consideração a natureza inflamável dos produtos que o estabelecimento comercializa. Nacionalmente, ela é regulamentada pela NR 20 do MT, que trata da Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis.

Confira a seguir algumas dicas de segurança de trabalho para o gestor aplicar em seu posto. Acompanhe:

Pense no risco, pense na segurança dos postos de combustível

Para pensar em segurança, antes, é preciso pensar nos riscos. No caso do posto de combustível, há a exposição a riscos de incêndio e de explosões que podem ocorrer em função de eventuais falhas nas operações ou nos sistemas de abastecimento. Existe também as possibilidades das intoxicações e das contaminações, seja pela inalação, seja pelo contato dos produtos com a pele dos colaboradores.

Quando se faz a análise do risco é possível antecipar, reconhecer e avaliar as possibilidades de ocorrências e, por consequência, controlá-las ou minimizá-las.

Mantenha em dia os EPIs e os EPCs

De acordo com a NR 6 do MT, os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) variam de acordo com a função do trabalhador. No posto de combustível, os equipamentos obrigatórios são: macacão, botas, avental, luvas ou creme protetor para as mãos e aqueles previstos no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) e Programas de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) da empresa.

Os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) devem incluir extintores de incêndio, chuveiro lava olhos, kit de primeiros socorros e placas sinalizadoras de alerta e segurança com indicações do tipo “é proibido fumar”, “desligue o motor”, “desligue o celular” e “inflamável”.

Mantenha os funcionários treinados

Além de ser obrigatório para o cumprimento da NR 20, o treinamento dos funcionários dos postos de combustível é essencial para a prevenção de acidentes, como também para capacitá-los a agir de maneira correta em situações de emergência.

Contudo, não basta treinar uma vez. Sempre é bom reforçar as informações que foram passadas aos funcionários, para que elas não caiam no esquecimento ou que deixem de receber a devida consideração.

Fiscalize o cumprimento das normas

Além de treinar, também é preciso acompanhar diariamente o cumprimento do que for estabelecido. Uma boa ideia pode ser eleger um funcionário por dia para ficar encarregado deste acompanhamento.

Fiscalizar o cumprimento das normas de maneira instrutiva pode melhorar a aceitação. O funcionário começa a perceber que o que está sendo exigido não é uma “implicância do patrão”, mas significa a adoção de medidas que podem evitar danos à saúde.

As normas NR 20 e NR 6, assim como aquelas estabelecidas no licenciamento do estabelecimento não existem por mera formalidade. Elas foram elaboradas com base em estudos detalhados, que verificaram as características da atividade e os riscos que ela inclui para as pessoas e para o meio ambiente. Por isso, conhecê-las e cumpri-las são formas eficazes de garantir a segurança no seu posto de abastecimento.

E você, cumpre todas as regras de segurança em seu empreendimento? Tem alguma dúvida sobre segurança do trabalho? Compartilhe-a com a gente e fique de olho nas dicas especiais para gestores de postos aqui no blog!

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!