5 dicas para montar um treinamento motivacional para frentistas

5 dicas para montar um treinamento motivacional para frentistas

Todos os proprietários ou gerentes de postos de combustível têm um desafio em comum: manter sua equipe de frentistas sempre motivada. Realizar um treinamento motivacional é importante para que os funcionários possam realizar suas tarefas com mais empenho, evitar faltas e atrasos e também prestar um bom atendimento aos clientes do estabelecimento, fazendo com que os mesmos voltem ao posto em outras oportunidades.

Para ajudá-lo a ter uma equipe de frentistas mais motivada, elaboramos 5 dicas para que você possa montar um treinamento motivacional no seu posto de combustível.

Estabeleça objetivos

A primeira coisa que deve ser feita ao montar um treinamento motivacional é estabelecer objetivos. Você pode ter como objetivo, por exemplo, melhorar o atendimento aos clientes do posto, tornar a convivência entre os colegas de trabalho mais harmoniosa, ter um ambiente mais cooperativo, entre outros.

Os objetivos são importantes para que o treinamento seja feito sempre da melhor forma possível para cumpri-los.

Escolha a metodologia que será adotada

Existem várias metodologias que podem ser adotadas para se fazer um treinamento motivacional, porém as mais comuns e eficazes são palestras e dinâmicas em grupo. Não é difícil encontrar profissionais que são especialistas em treinamentos e coaching e que podem realizar esse trabalho. Se não conhecer ninguém, você pode entrar em contato com universidades ou instituições de ensino superior da sua cidade, pois certamente irá conseguir uma indicação de um bom professor ou profissional.

Nunca faça treinamentos fora do horário de trabalho

Lembre-se que você está realizando um treinamento motivacional e ir a um treinamento fora do horário de trabalho não é uma coisa tão agradável e pode até surtir efeito contrário ao desejado.

Para não causar problemas nos serviços do posto, os treinamentos podem ser feitos em dias da semana em que o movimento é menor. Também é possível dividir os frentistas em dois grupos e enquanto um trabalha o outro realiza o treinamento e, em seguida, se faz uma troca.

Faça uma planilha de custos

Para que você não tenha problemas no caixa, coloque na ponta do lápis todas as despesas que o treinamento irá lhe proporcionar. Elabore uma planilha com os valores como o pagamento do instrutor, as despesas que ele terá com deslocamento e alimentação, a sala de aula (no caso de ser um local alugado e não de propriedade do próprio posto), materiais didáticos, entre outros.

Com a planilha de custos você poderá ter os detalhes de tudo que foi gasto no treinamento e no final, poderá avaliar se o resultado foi ou não positivo.

Avalie os resultados

O grau de motivação dos colaboradores de uma empresa não é algo palpável, portanto difícil de mensurar. Uma ideia para isso é realizar uma pequena pesquisa de satisfação antes e outra após o treinamento motivacional.

A pesquisa de satisfação pode ser anexada à folha de pagamento dos frentistas, por exemplo, que podem ter um prazo determinado para preenchê-la e entregá-la ao gerente.

Pronto! Agora você já conhece os caminhos para elaborar um bom treinamento motivacional para os frentistas do posto que você administra. E se você quer receber mais dicas como essa em seu e-mail, assine nossa newsletter.

 

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

2 comentários em “5 dicas para montar um treinamento motivacional para frentistas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!