Qual a maneira certa de se calibrar os pneus

Qual a maneira certa de se calibrar os pneus

Responda rapidamente: Você sabe auxiliar um cliente a fazer a calibragem ideal para o carro dele? Essa é uma pergunta simples de se responder quando temos o manual do veículo em mãos, mas um tanto complicada quando dependemos da memória para dar a resposta.

A calibragem dos pneus é uma das manutenções mais fáceis de se fazer, mas isso não significa que deve ser tratada como algo tão simples quanto inflar um balão. A quantidade de ar dos pneus influencia diretamente na dirigibilidade do carro e no desgaste de peças, como os próprios pneus e amortecedores. Confira algumas dicas para acertar na hora de calibrar os pneus do carro do cliente!

Prefira calibrar os pneus pela manhã

Durante as primeiras horas do dia a temperatura é mais baixa, o que faz com que o ar dentro das câmaras se comporte de maneira mais regular. O aquecimento das moléculas de ar gera maior agitação delas e, em muitos casos, esse movimento engana o medidor de pressão, que apresenta um número muito maior do que o real.

Sugira aos motoristas que frequentam o posto a escolherem o período da manhã para realizar essa tarefa, de preferência antes de inciarem uma rodagem mais intensa. Esse procedimento assegura que será colocada a pressão ideal para os pneus.

Não utilize um valor genérico de calibragem

Não é difícil encontrar pessoas que apenas pedem para que os frentistas completem a calibragem do pneu, colocando uma pressão que dificilmente irá estourar a câmara, como 26 ou 28 psi. Essa comodidade pode ter um preço, afinal, a calibragem ideal para cada roda e cada modelo é especificada pelo fabricante do veículo no manual do carro.

Não deixe de informar aos clientes que essa prática não é algo saudável para a conservação dos pneus de seu carro. Não desrespeite as indicações da fábrica e lembre-se de que os pneus da frente naturalmente recebem mais ar, pois carregam o peso do motor.

Entenda que cada situação tem um valor 

O cliente chegou com o carro vazio ou acompanhado de toda a família, com o bônus do porta malas lotado? O peso dentro do automóvel reflete diretamente nos pneus. Por isso, é preciso ficar de olho nas recomendações do fabricante quanto à calibragem ideal para o carro vazio e para o carro carregado. Caso o cliente peça ajuda aos frentistas, oriente-os a sempre requisitarem o manual do carro a fim de conferir essas informações.

Fique de olho no aparelho de calibragem

Os aparelhos de calibragem de pneus costumam ser muito utilizados durante o dia inteiro. São diversos motoristas apertando seus botões, contorcendo sua mangueira e encaixando o bico de saída de ar. Esse uso constante resulta em maior desgaste das peças, e é bom ficar de olho no estado do aparelho antes de utilizá-lo. Aparelhos danificados podem adicionar mais pressão e estourar a câmara do pneu, ou então “enganar” o motorista, colocando menos ar nos pneus.

Assim, o posto deve fazer a manutenção periódica da mangueira e do compressor, para evitar que gotículas de água se acumulem no sistema e sejam depositadas junto com o ar em pneus de clientes. Dificilmente o motorista saberá com certeza qual é o estado do calibrador, mas o administrador precisa oferecer um aparelho em totais condições de atender ao seu objetivo. Se o calibrador aparentar desgaste, talvez seja melhor procurar a assitência técnica.

Agora que você conhece um pouco mais sobre os pneus e a melhor maneira de deixá-los calibrados, não se esqueça de compartilhar conosco suas experiências e dicas para a melhor conservação do carro!

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

2 comentários em “Qual a maneira certa de se calibrar os pneus”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!