Voltar

Notícias

Bolsonaro diz esperar novas reduções de preços de combustíveis pela Petrobras

05/08/2022

Fonte: Money Times

O presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) manifestou nesta quinta-feira expectativa de que a Petrobras (PETR4) anuncie novas reduções de preços de combustíveis, no dia em que a petroleira anunciou o primeiro corte no diesel em mais de um ano.

Na tradicional live semanal via redes sociais, o presidente lembrou que as recentes reduções anunciadas no diesel e na gasolina ocorreram após sua iniciativa de trocar a presidência da empresa e também depois da aprovação de proposta, no Congresso Nacional, que impõe um teto ao ICMS incidente sobre combustíveis.

“A gente espera que outras reduções (de preço) aconteçam aí na nossa Petrobras”, disse Bolsonaro na transmissão ao vivo.

A alta de preços dos combustíveis era encarada pelo presidente e seus aliados como um problema passível de prejudicá-lo na corrida eleitoral pela Presidência da República, o que levou o governo a buscar diferentes formas de reduzir os valores.

Mais cedo nesta quinta, a Petrobras divulgou um corte de 3,56% do diesel A (puro), que entrará em vigor nas refinarias na sexta-feira, na primeira redução desde o início de maio do ano passado, à medida que a estatal repassa uma cotação internacional estabilizada em patamar mais baixo.

Bolsonaro aproveitou a live para também abordar outros temas populares e com potencial impacto eleitoral, como o aumento do Auxílio Brasil de 400 para 600 reais até o fim do ano, a ampliação do chamado auxílio-gás e ainda a promessa de correção da tabela de imposto de renda.

“Nós não corrigimos a tabela do imposto de renda em anos anteriores por causa da pandemia. A economia, realmente era uma incógnita o que poderia acontecer e não tínhamos margem. Agora está garantido com a equipe econômica, vamos começar. Não vou dizer o percentual ainda, que não batemos o martelo”, afirmou.

 

O Minaspetro divulga notícias de outros veículos como mera prestação de serviço. Esses conteúdos não refletem necessariamente o posicionamento do Sindicato.
publicidade