Distribuidora de gasolina: como escolher a melhor para o seu posto de combustível?

Apesar de a gasolina brasileira ser muito parecida com as vendidas em países de primeiro mundo, é sempre bom estar atento a qualidade do combustível adquirido. Existem diversos fornecedores, bandeiras e preços no mercado, e uma má escolha pode colocar em risco não só a vida útil de veículos, mas também a reputação do estabelecimento.

Se você ainda nem inaugurou o posto, o cuidado precisa ser redobrado para evitar dores de cabeça no futuro. Pensando nisso, listamos aqui algumas orientações que ajudarão você a não cair em armadilhas. Continue a leitura e anote nossas dicas!

Busque por recomendações de outros estabelecimentos

Uma das melhores formas de encontrar bons fornecedores é buscando indicações. Converse com donos de postos de combustíveis que possuem qualidade garantida e peça recomendações. Alguns deles possuem registros com informações detalhadas sobre seus fornecedores.

Outra opção é realizar pesquisas na internet. Existem alguns aplicativos e sites que divulgam testes de qualidade realizados em diversos postos, como os apps PostoFiel e PostodeGasolina. Os resultados podem dar a você um direcionamento mais detalhado sobre fornecedores, permitindo identificar os bons e os ruins. Órgãos governamentais, como a própria ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), também podem ser ótimas fontes de informação.

Realize testes antes de fechar negócio com uma distribuidora de gasolina

Mesmo que você chegue a fornecedores por meio de indicação, jamais deixe de realizar seus próprios testes. Para facilitar esse processo, crie questionários de qualidade onde cada quesito pode receber maior ou menor importância. No fim, ficará mais fácil identificar a distribuidora de gasolina que melhor se enquadra nas necessidades do seu posto de combustíveis.

Veja algumas características que devem ser levadas em consideração nessa etapa:

  • tempo de experiência no ramo de distribuição de combustível;
  • certificados de qualidade oficiais;
  • uso de tecnologia para manuseio e transporte adequado do combustível;
  • histórico junto aos órgãos regulamentadores.

Além disso, testes como o teste de proveta e a verificação do lacre de segurança da carga devem ser realizados assim que o veículo de transporte do combustível chegar ao posto. Algumas características podem ser percebidas a olho nu, como no caso do etanol hidratado, que deve estar isento de impurezas, límpido e sem a cor alaranjada.

Saiba quais medidas tomar em caso de irregularidades

Antes de tudo, é fundamental manter um controle rigoroso com as notas fiscais: elas são a prova oficial de que você adquiriu aqueles produtos, sendo essenciais em casos de denúncia.

Ao constatar qualquer irregularidade, converse com o fornecedor para entender o que houve de fato e, em último caso, interrompa o contrato: isso evitará que a má qualidade do combustível influencie na credibilidade do posto. Para realizar denúncias, entre em contato com a ANP por telefone (0800 970 0267) ou pelo próprio site da agência.

Lembre-se que postos que vendem combustíveis adulterados podem ser duramente penalizados, além de perder toda a credibilidade com o cliente. Por isso, mesmo depois de fazer negócio com um fornecedor, realize testes periodicamente para garantir que a qualidade do combustível se mantenha intacta.

Contratar uma distribuidora de combustível confiável é muito mais fácil quando se tem o apoio de um sindicado como o Minaspetro. Assim, além de ter acesso aos diversos benefícios e convênios, o seu posto conta também com nosso apoio sindical.

Quer saber mais? Entre em contato conosco e conheça todos os benefícios de ser um associado!

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!