Voltar

Notícias

Produção de petróleo sobe 13,4% em outubro

03/12/2019

Fonte: Valor Econômico

A produção de petróleo no país atingiu 2,964 milhões de barris por dia em outubro, uma alta de 13,4% ante outubro do ano passado e um crescimento de 1,3% na comparação com setembro. Os dados foram divulgados ontem pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A produção de gás natural foi de 132 milhões de metros cúbicos diários em outubro, uma alta de 12,4% ante outubro de 2018 e um avanço de 2,1% na comparação com setembro. No total, o país produziu 3,792 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) em outubro.

O principal destaque dado pela ANP ficou para a produção do pré-sal. Na região, foram extraídos 2,394 milhões de BOE/dia em outubro, um crescimento de 4,6% ante setembro e um avanço expressivo de 30,1% em relação a outubro do ano passado.

A produção exclusiva de petróleo no pré-sal em outubro foi de 1,905 milhões de barris por dia, enquanto a produção de gás foi de 77,6 milhões de metros cúbicos diários.

Lula, na Bacia de Santos, foi o campo que mais produziu petróleo, com uma média diária de 1,022 milhão de barris, e também o maior produtor de gás natural, com média diária de 43 milhões de metros cúbicos.

O órgão regulador ainda detalhou a natureza da produção. Os campos marítimos foram responsáveis por 96,5% do petróleo e 80,3% do gás natural extraídos em outubro e a Petrobras ainda mantém ampla dianteira como operadora no país. A estatal foi responsável por produzir 92,9% do petróleo e do gás natural. Os campos operados pela Petrobras com participação exclusiva – aqueles em que a estatal não tem sócios – produziram 42,1% do total no período. No total, a produção nacional ocorreu em 7.221 poços, sendo 653 marítimos e 6.568 terrestres.

Entre as principais plataformas do país, o FPSO Cidade de Itaguaí, que opera no campo de Lula por meio de sete poços, produziu 145,6 mil barris por dia e foi a instalação com maior produção de petróleo.

Já a instalação Polo Arara, que extrai nos campos de Arara Azul, Araracanga, Carapanaúba, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, por meio de 36 poços, produziu 8,4 milhões de metros cúbicos de gás e foi a instalação com maior produção de gás natural.

O órgão regulador também informou ontem que os campos com acumulações marginais produziram 56,2 barris de petróleo por dia e 1,1 mil metros cúbicos de gás natural diários. O maior produtor entre os campos com acumulações marginais foi Itaparica, operado pela Newo, com 17,1 BOE por dia.

publicidade