Fluxo de caixa livre: o que é e como calcular o do posto de combustível?

O ramo de combustíveis é um mercado acirrado e, para sobreviver, é preciso mais do que oferecer um produto de alta qualidade, preços competitivos e atendimento diferenciado. É necessário garantir uma boa saúde financeira para o negócio e ter um bom fluxo de caixa livre.

Desenvolver habilidades e conhecimentos sobre as finanças do negócio é fundamental para ter sucesso. Mas, apesar da relevância do tema, esse é um assunto que gera muitas dúvidas. Se esse é o seu caso, não se preocupe, pois este conteúdo foi feito para ajudá-lo.

Quer descobrir como calcular o fluxo de caixa livre? Continue a leitura e aprenda!

O que é fluxo de caixa livre

Em termos práticos, o fluxo de caixa livre é o total em dinheiro apurado e disponível, levando em consideração a necessidade de capital de giro e investimentos da empresa. Também é preciso contabilizar algumas despesas que não necessariamente implicam saída de caixa.

Vale ressaltar a necessidade de manter esse número sempre positivo, pois valores negativos mostram que a empresa não está gerando o caixa necessário para se manter.

O caixa livre é geralmente utilizado para o pagamento de dívidas, bonificação e medição da capacidade de geração de caixa.

Como fazer o cálculo do fluxo de caixa

O primeiro passo é saber o seu faturamento e subtrair desse valor as despesas operacionais e custos de vendas. Esse cálculo apresenta o lucro operacional, ou seja, a diferença entre o seu lucro bruto e as despesas.

O passo seguinte é adicionar despesas como depreciação e amortização. O resultado é o EBITDA, que é o lucro antes de impostos, juros, amortização e depreciação.

Agora, basta subtrair desse valor os impostos relativos aos investimentos e ao lucro. Daí você terá o seu fluxo de caixa livre.

A importância do fluxo de caixa livre para o posto de combustível

Segundo William Edwards Deming, um dos principais nomes da administração, não há sucesso no que não se gerencia e não se gerencia o que não se mede. Assim, acompanhar esse indicador é de fundamental importância, pois mostra em termos claros se a empresa está tendo lucro ou prejuízo.

O controle do fluxo de caixa livre também permite que o gestor crie uma projeção econômica levando em conta investimentos em manutenção, equipamentos e treinamentos.

Ainda é possível utilizar o conhecimento de períodos passados para identificar padrões e otimizar a sua operação. Por exemplo, pode ser verificado um aumento da venda de bebidas na loja de conveniência do posto no período carnavalesco e, consequentemente, aumentar o estoque um pouco antes para garantir as vendas.

Por fim, esse indicador é importante porque serve como um termômetro para o gestor, que pode identificar mês a mês a evolução das receitas e despesas. Não basta apenas olhar para o lucro ou prejuízo, é preciso entender em qual conta a empresa está sendo mais impactada e, então, agir rapidamente.

Agora você já sabe como calcular o fluxo de caixa livre e a importância de acompanhar esse indicador no seu negócio. Aplique não apenas para calcular o desempenho passado, mas como auxílio na tomada de decisões e planejamento.

Se gostou do conteúdo e quer receber material exclusivo e informações úteis para o seu posto de combustível, assine a nossa newsletter.

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!