4 dicas para fazer um programa de fidelidade em um posto de combustível

Conquistar e manter clientes são atividades inerentes de qualquer negócio. Torna-se ainda mais importante quando se trata de um mercado consolidado e com muitos concorrentes. Por isso, criar um programa de fidelidade pode ser o diferencial na atração de novos consumidores e para o aumento das vendas no posto de combustível.

Esse tipo de programa permite que o gestor consiga mapear as vendas do posto e da loja de conveniência, identificando quais itens vendem mais e o que mais agrada os consumidores. Como resultado pelas informações obtidas o cliente recebe recompensas. Quer saber como implantar um programa de fidelidade no seu posto de combustível? Continue a leitura e descubra como.

1. Tenha um bom planejamento

O planejamento é essencial para evitar erros, onerar o programa ou criar algo que não engaje os clientes. Um dos principais fatores a considerar é a definição de quais itens gerarão pontos e quantos pontos serão necessários para atingir as premiações, se estas serão vantagens, produtos ou serviços e se serão no estabelecimento ou por meio de parceiros.

O planejamento também deve levar em conta qual o público-alvo a ser atingido e a definição de estratégias internas e externas para gerar uma boa adesão ao programa. Além disso, deve-se fazer os estudos financeiros necessários, evitando que o orçamento fique sufocado.

2. Estabeleça regras claras

O estabelecimento das regras está diretamente relacionado ao planejamento. Depois de planejado é preciso formalizar, o que dará segurança jurídica para o posto e também para o cliente. É importante que tais regras sejam de simples entendimento e sem burocracia. Entre os pontos que devem ser esclarecidos estão:

  • quais produtos receberão pontos;
  • quanto em valor será necessário para atingir um ponto;
  • se os pontos têm prazo para expirar;
  • formas de cancelamento.

3. Incentive a adesão

Para que o programa atinja o resultado esperado, ter um bom número de consumidores é fundamental, pois é a fidelização, ou seja, a compra repetitiva que ajudará o negócio a compensar as premiações oferecidas aos clientes e possibilitar o retorno do investimento.

Treine a sua equipe para ofertar o programa durante o atendimento, crie cartazes no posto e na loja de conveniência destacando os benefícios e faça campanhas promocionais (tanto nos meios digitais quanto nos meios tradicionais como rádios locais).

4. Avalie os resultados

Depois que o programa estiver em funcionamento é preciso avaliar os resultados, para isso é necessário ter metas claras e indicadores de desempenho. Você precisa ficar atento se a quantidade de clientes está aumentando, se houve diferença no faturamento, se os custos do programa compensam essa diferença, se o programa está afetando o seu preço etc.

O mais importante do processo de avaliação é que ele possibilita enxergar as principais oportunidades que precisam ser ajustadas no programa. Com os dados o gestor poderá criar um plano de ação e refinar o programa até conseguir os resultados esperados.

Criar um programa de fidelidade é uma ótima estratégia para atrair e fidelizar clientes. No entanto, o sucesso do programa está condicionado a produtos de excelência, atendimento diferenciado e qualidade de serviço. Siga essas dicas e alavanque os seus resultados.

O que achou dessas dicas para fazer um programa de fidelidade em seu posto de combustível? Qual você considera a mais relevante? Tem mais alguma dica para acrescentar? Deixe o seu comentário.

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Um comentário para “4 dicas para fazer um programa de fidelidade em um posto de combustível”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!