5 passos para planejar a escala de frentistas do seu posto de combustível

Algumas vezes no ano, a rotina dos postos de combustível muda muito e, para que o negócio continue na ativa, pode ser preciso planejar a escala de frentistas. São em períodos de comemoração que as pessoas se programam para viajar, o que leva ao aumento do movimento e à necessidade de adaptar o dia a dia do posto.

No entanto, o que pode ser uma ótima oportunidade de negócio passa a ser um grande pesadelo para aqueles que não têm planejamento. Há muitas maneiras de otimizar a equipe nessas épocas, de forma a atender a demanda.

Porém, em termos jurídicos, para que a escala esteja conforme as normas legais, é importante considerar alguns fatores. Por isso, confira os passos para planejar a escala de frentistas no seu negócio! Boa leitura!

1. Antes de tudo, saiba que não há modelo pronto

Cada posto apresenta as suas particularidades, logo, não há aquela ideia de procurar por algo na Internet e replicar 100% no seu posto.

A escala usada em outros segmentos, nos quais um funcionário folga na sexta-feira em uma semana e na quinta-feira na próxima semana, não serve para posto.

O posto tem horários e dias de picos de vendas, sem contar as datas sazonais como as vésperas de feriados, que muitas vezes têm um movimento muito grande e atrapalha qualquer escala pré-definida.

2. Atente para as folgas dominicais

Os sindicatos de frentistas e os patronais geralmente têm um acordo trabalhista, apresentando a quantidade de folgas dominicais dentro do mês corrente.

Em determinados casos, o posto mantém um quadro de frentistas em excesso apenas para atender às folgas dominicais, não deixando somente um frentista no turno em algum domingo.

O mais indicado é fazer as contas para analisar se as vendas aos domingos acabam justificando a abertura do posto. Se o posto não abre nesse dia, basta colocar todos os funcionários em folga aos domingos. Além de facilitar muito a sua escala, o fechamento nesse dia reduz significativamente o seu custo.

3. Cuide do turno da madrugada

Além de muito perigoso, o turno da madrugada acaba atrapalhando a escala. No dia de folga do funcionário noturno, você precisa escalar um frentista diurno e combinar a folga dele no dia seguinte logo após o trabalho na madrugada.

Para reduzir despesas, muitos postos decidem por fechar no período da noite e colocam cercas ou grades. Dessa forma, diminuem a despesa de um profissional e problemas de escala.

Mas tudo parte de avaliação. Se o seu posto de combustível é muito movimentado durante a madrugada, o ideal é planejar também a escala nesses horários.

4. Fique de olho na jornada de trabalho

Alguns postos preferem seguir o cronograma tradicional de 7h20 horas trabalhadas, com uma hora de intervalo. Já outros preferem fazer a jornada 12×36, por exemplo.

Lembre-se de que o limite de 44 horas semanais deve ser respeitado. A escolha vai depender diretamente do fluxo de movimento do seu posto.

5. Entenda os contratos de trabalho por demanda

Alguns revendedores preferem contratar os profissionais por demanda, fazendo o pagamento por hora trabalhada. Esse modelo é conhecido como contrato de trabalho intermitente.

Trata-se de um modelo muito utilizado em horários e dias de grande movimento, como sexta-feira, sábado e domingo. Isso se deve à obrigação de folgas dominicais, em casos de postos de combustível que funcionem no domingo.

Quanto à periodicidade da escala, é fundamental fazer as escalas com antecedência mínima de 15 dias, pois assim os frentistas ficarão mais satisfeitos. Afinal, eles podem planejar melhor as suas obrigações fora do trabalho e suas folgas.

Por fim, a programação das férias dos frentistas deve ser feita junto ao RH, evitando surpresas. Procure folgar o máximo de profissionais no período de baixas vendas, o que geralmente ocorre no início do ano.

Bom, essas são algumas das maneiras que você pode planejar a escala de frentistas do seu posto. O ideal é fazer um levantamento completo do movimento do seu negócio. Assim, é possível avaliar qual dessas opções vai atender às suas demandas, sem gerar despesas extras.  

Gostou do texto e quer continuar aprendendo em nosso blog? Que tal aproveitar para conhecer 5 dicas para montar um treinamento motivacional para frentistas

Gostou do texto?

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Um comentário para “5 passos para planejar a escala de frentistas do seu posto de combustível”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba no seu email tudo sobre marketing digital! Não enviaremos spam!